Viagem de moto ao Peru

10º Dia-Puerto Maldonado-PE - 04/01/2014

Acordamos, tempo nublado, sem chuva. Começamos a investigar sobre a condição das estradas, ao mesmo tempo que uma forte chuva começava a cair, desanimando nossas expectativas. O pessoal do hotel não sabia dar muita informação, apenas diziam que estavam arrumando a estrada e que não era somente um desmoronamento, que eram vários. Começamos a pesquisar na internet e as fotos que vimos não eram nada animadoras, pois os deslizamentos eram de grande magnitude, arrastando a própria estrada, pedras, árvores e lama. Estranho é que ninguém sabia informar nada e pelos noticiários na internet esta situação começou em 31 de dezembro. Passamos na aduana e ninguém nos falou nada! Passamos pelo Acre, divisa com o Peru e ninguém sabia nada sobre as condições na estrada interoceânica, isto porque a interoceânica é a única estrada que liga o Peru ao Brasil. Senti muita tristeza no sentido de saber que somos um mesmo continente e que nenhum país se preocupa com o que ocorre com o país vizinho.  Imagine que hoje lemos que, várias cidades já estão sofrendo com a falta de abastecimento em decorrência dos desabamentos e que, nos meses de dezembro à março, é comum chover bastante (mas não ter tantos desabamentos). Não tínhamos nenhuma destas informações até este momento e quando perguntamos sobre as estradas, os peruanos só balançavam a cabeça! Chegamos à conclusão que tínhamos que tomar uma decisão, ou esperar por uma semana ou sei lá quantos dias ou, abortar a missão!!!Abortar a missão significa voltar pela mesma estrada que viemos, para qualquer outro lugar!

vista do quarto:



Café-da-manhã com abacate:
Piscina do hotel:
 Foto do rio Madre de Dios:


Puerto Maldonado:





Restaurante Burgos (muito bom):

Pescado:


Fotos de como fica a interoceânica após os desmoronamentos:









Nenhum comentário:

Postar um comentário