Ushuaia

15º Dia-388 km-Ushuaia -> Rio Grande



Amanheceu muito frio neste dia em que deixamos o Ushuaia. Lá fora, caia uma leve chuva-neve, mas mesmo assim tínhamos que partir. Vestimos todas as roupas de frio que trouxemos, preparamos as motos, nos despedimos dos nossos amigos, Salvador e Mônica, e saímos. O trajeto de hoje era o mesmo que fizemos há três dias atrás, ou melhor, achávamos que era, porque o que vimos foi outra estrada. Desta vez a neve cobria boa parte das montanhas e florestas em certos trechos, até mesmo os acostamentos estavam brancos. As roupas seguraram bem a temperatura de 1 grau, os destaques foram as capas de chuva e o protetor de mãos, foram fundamentais para travessia do ponto mais frio, o paso Garibaldi. O que não esquentava de jeito nenhum eram os pés. Cheguei a enfiar o pé dentro do motor, para aliviar o desconforto do frio, mas se tirava o pé de lá o frio voltava. Bastava apoiar as botas nas pedaleiras que, em um minuto o frio tomava conta dos pés. Atravessamos o paso e aos poucos a neve foi desaparecendo e a temperatura subindo, voltou para 15 graus, mas mesmo assim os pés não esquentavam. Só uma coisa poderia melhorar o incomodo, uma parada na Panadería  La Union (padaria La Union), e foi o que fizemos, tomamos um leite quente, comemos uns churros, e aos poucos os pés esquentaram. Depois foram só longas retas e com elas, o vento, que nos acompanhou até Rio Grande.



Salvador, sempre muito solícito






nos despedindo de Salvador e Monica
















































Nenhum comentário:

Postar um comentário