16º Dia - Cartagena -> Ronda


Hoje acordamos. Estava bem quente, seguimos sentido Honda! Quase 500 km de estrada. Quase toda a estrada era meio desértica, lembrava África! Quando estávamos próximos à Gibraltar sentimos uma Espanha com maior diferença social, com veículos velhos, postos e banheiros sujos e música alto! (não conseguimos identificar a língua). Enfim, neste trecho da Espanha convém ficar mais atento! As coisas só melhoraram quando estávamos próximos de Marbela. Passamos por uma estrada cheia de plantações em estufas (cobertas de lona) mas, é muita mesmo! Tipo  uns 250 km cobertos de lona! Saímos da auto-estrada e seguimos pela serra de pueblos brancos! É uma estrada com vários vilarejos de casinhas brancas. Subimos, subimos e subimos, até chegar em Ronda, província de Andaluzia. Em Ronda fomos ver o pôr do sol da ponte que liga a parte velha e a parte nova da cidade (chama-se Nova Ponte e foi concluída em 1793, demorou cerca de 42 anos para ser construída!). A vista é mágica! Uma parte da cidade foi construída no alto de uma pedra enorme! Depois passeamos pelos altos e baixos dela! Em alguns momentos parecia Lençóis! Na chapada Diamantina! Várias casinhas graciosas e chão de pedras! Em algumas partes a cidade está cercada por muralhas árabes  (na verdade eram uma série de fortificações construídas pelos árabes na era islâmica, Ronda nesta época era considerada uma das cidades mais resistentes de Andaluzia). À noite, no restaurante que fomos, o garçom nos ofereceu um tomate orgânico, da região, que eles chamam de "coração de touro": feio por fora e forte por dentro! super carnudo e saboroso! E assim terminamos o dia.



estrada de lonas


paradinha no sula da Espanha




38 graus!!! 





oliveiras - a estrada é lotada delas!

azeitonas frescas!

casinhas brancas no final





chegada no hotel

Ronda!


Nova Ponte







pôr do sol 




Ronda: um dos famosos "pueblos blancos"



boi da "Plaza de toros"





Nenhum comentário:

Postar um comentário